Os cinco leitos de UTI estão ocupados; hospital chegou a ter oito entubados

Os cinco leitos de UTI estão ocupados; hospital chegou a ter oito entubados

O colapso do sistema de saúde que já era visto em muitas cidades do Brasil chegou à Rio das Pedras. Os cinco leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do HMSVP (Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo) estão ocupados por pacientes com Covid-19. No início desta semana, chegaram a ser oito pacientes entubados no hospital, que conta com 11 respiradores – três deles estão em manutenção –, nove internados em enfermaria e mais nove casos suspeitos também internados.

Em nota, a direção do hospital explicou que a maioria dos pacientes é de Piracicaba, encaminhados pela DRS-X (Departamento Regional de Saúde de Piracicaba): “Estamos recebendo pacientes de outros municípios como Piracicaba e Mombuca. Em nossa região, hoje (quinta-feira, 18), há 26 pacientes Covid aguardando vagas em hospitais”.

Além da dificuldade de vagas, os medicamentos e insumos aplicados em pacientes internados estão em falta no mercado, o que faz inflacionar os custos para manutenção das UTI. A Secretaria da Saúde de Piracicaba anunciou a contratação de oito leitos de UTI para casos de Covid-19 no Hospital dos Fornecedores de Cana, mais oito leitos para atendimento junto à UPA da Vila Rezende, a criação de um hospital de campanha com 20 leitos de terapia intensiva e 20 de enfermagem e a disponibilização de mais dez leitos de UTI no Hospital Regional.

O número crescente de casos em Rio das Pedras faz aumentar o fluxo de pacientes que procuram por atendimento junto ao Pronto Socorro Municipal. “Recebemos cerca de 100 pacientes por dia no PS. Os casos suspeitos de Covid-19 são encaminhados para uma recepção interna, separando os pacientes. Contudo, a maioria dos pacientes chega com sintomas levem em busca de orientação. Fazemos um apelo para que esses pacientes procurem atendimento junto à UBS Dr. Matheus Gabriel Bonassa. Para os casos que não são urgência e emergência – pessoas que estão com enfermidades há mais de uma semana, com casos como cisco no olho, a orientação é buscar atendimento junto a uma das UBS, uma vez que correm risco de contágio desnecessário”, explica o HMSVP.

Apelo aos vereadores – Nesta quinta-feira, representantes da direção do hospital se reuniram com vereadores na Câmara em busca de apoio para conscientizar a população quanto a importância do distanciamento social. “O aumento no número de novos casos em Rio das Pedras é preocupante. Chegamos a ficar sem leitos de UTI nesta semana, com os leitos de enfermaria cheios também. Na região há fila de espera para internação de pacientes”, destacou a enfermeira Fabiana Danelon.

De imediato os vereadores se comprometeram a informar a população quanto a situação da pandemia e restrição ao número de leitos. “Sabemos que as pessoas estão cansadas de ouvir o recado para ficar em casa, mas é importante que saiam somente quando necessário. Famílias inteiras vão acompanhar o idoso para receber a vacina contra o Covid quando pode ir apenas um familiar, o mesmo ocorre em supermercados ou farmácias. Alguns jovens não respeitam as restrições e fazem festas e churrascos, provocam aglomerações, muitas vezes se contaminam, não sentem os efeitos, mas podem transmitir para seus pais e provocar a morte deles. E, por conta da irresponsabilidade de alguns, setores importantes como o comércio são prejudicados, uma vez que são obrigados a trabalhar de portas fechadas”, ressaltou a vereadora Vanessa Botam.

O presidente da Câmara, Edison Marconato, afirmou que o Legislativo irá realizar uma campanha para conscientizar a população. “Iremos produzir um vídeo e faremos material informativo, esse é um momento delicado que somente iremos vencer com a colaboração de todos”, concluiu Marconato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Matérias Relacionadas