Esalq alerta para risco de geada até o próximo dia 20

Esalq alerta para risco de geada até o próximo dia 20

Agência BrasilConforme boletim do Sistema Tempocampo, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), uma massa de ar frio se estabeleceu no Centro-Sul, diminuindo as temperaturas e gerando risco de geada para a região.
Segundo dados do sistema Tempocampo, até o dia 20 de maio as temperaturas mínimas deverão variar de 1 a 8ºC, para boa parte da região, o que irá gerar condições de geadas de intensidade fraca a alta. Em geral, temperaturas entre 3 e 7ºC medidas à 2 m da superfície indicam geadas de intensidade fraca. Temperaturas entre 1 e 3ºC indicam geadas com intensidade moderada, podendo causar danos significativos às lavouras. Já temperaturas menores que 1ºC, indicam geadas de alta intensidade, o que gera danos gerais às lavouras, em grandes áreas.

Vale ressaltar que geadas de intensidade fraca a moderado, as áreas com possibilidade de danos mais expressivos são as baixadas e talhões com canaviais em início do desenvolvimento. Ademais, as geadas ocorrem apenas sob condições de céu limpo (noturno), umidade relativa baixa e ventos fracos.

Os dados do Sistema Tempocampo corroboram com os dados do Instituto Agronômico (IAC), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Os termômetros na região de Piracicaba  chegaram a 0,6ºC na madrugada desta quinta-feira (19) com a massa polar que atinge todo o país. A temperatura foi registrada em Cordeirópolis (SP), a menor atingida entre as cidades da região monitoradas.

A onda de frio era prevista pelo Climatempo como uma das mais intensas do ano. Foram diretamente impactados todos os estados do Centro-Sul do Brasil.

Nesta madrugada, todas as cidades da região monitoradas pelo IAC tiveram temperaturas menores que 8ºC.

Além de Cordeirópolis: 0,6ºC, Saltinho: 2,2ºC, Limeira: 3,1ºC, Rio das Pedras: 3,9ºC e Piracicaba com 4,4ºC. As temperaturas mais elevadas ficaram com Nova Odessa: 6,9ºC, Charqueada: 7ºC e São Pedro: 7,9ºC.

Segundo a pesquisadora do IAC, Angelica Prela Pantano, as temperaturas devem se manter abaixo dos 7º C nas cidades da região de Piracicaba, pelo menos até sexta-feira (20). Porém, a sensação térmica pode dar impressão de temperaturas ainda mais baixas.

Uma onda de frio tão intensa em maio não é comum, no entanto, não são inéditas, segundo a pesquisadora. “Isso pode ocorrer devido à entrada e passagem de massa polar que, de acordo com a intensidade, pode alcançar áreas maiores.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Matérias Relacionadas