Pedra fundamental marca início da construção do novo Pronto Socorro

Pedra fundamental marca início da construção do novo Pronto Socorro

Uma capsula do tempo enterrada junto a entrada do futuro Pronto Socorro de Rio das Pedras marcou o lançamento da pedra fundamental que anunciou o início das obras para a construção da unidade de saúde. As obras já tiveram início com a terraplanagem e preparação para execução da fundação do prédio. O Pronto Socorro anterior foi demolido em novembro de 2020, mas o início das obras precisou ser atrasado em virtude da pandemia do Covid-19. Durante esse período, o atendimento de urgência e emergência foi realizado em uma ala do Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo devidamente preparada, o que seguirá sendo feito até o final das obras.

A cerimônia de lançamento da pedra fundamental foi realizada no sábado (23) e contou com a presença dos deputados federais Roberto Alves e Ricardo Izar, prefeitos de Saltinho (Helinho Bernardino), Adamantina (Márcio Cardim) e Taquarituba (Eder Miano), o juiz arbitral Comendador José Carvalho, Dunga (vereador de Araçatuba), Pedro Kawaii (vereador de Piracicaba), o vice-prefeito de Rio das Pedras (Tutinho) e vereadores rio-pedrenses Vanessa Botam, Professor Geraldo, Emerson Vieira, Joaquim Afonso, Nivaldo do Depósito, Nabuco, Zé do Paulo e Max Prestes, além de outras autoridades regionais como a diretora da DRS-X (Departamento Regional de Saúde de Piracicaba), Regiane Mendes.

 

Deputado Roberto Alves enterra capsula do tempo onde será o novo Pronto Socorro

“Quero agradecer nossa equipe, formada por verdadeiros guerreiros. Hoje podemos olhar para trás e ver quantas batalhas enfrentamos em meio a essa guerra contra o inimigo chamado de coronavírus. Agradecemos ao empenho dos médicos, que muitas vezes passaram dias sem voltar para casa. Agradecemos aos enfermeiros e técnicos de enfermagem que bravamente estiveram ao lado dos enfermos e as vezes iam ao banheiro para chorar”, destacou Daniela Tavares de Andrade, diretora do Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, que continuou enaltecendo o trabalho da equipe de fisioterapia, de nutrição, do serviço social, da recepção, da farmácia, de higiene e limpeza, socorristas da ambulância, da manutenção, da informática, do controle de infecção hospitalar, do Raio-X, Recursos Humanos, laboratório e faturamento.

Para simbolizar a pedra fundamental foi montada uma caixa onde foram colocados jornais da cidade, região e estado, fotos do antigo Pronto Socorro e projeto do novo, assim como alguns itens sugeridos na hora, como uma máscara facial que representa o período de pandemia. A proposta é que a caixa seja desenterrada daqui 30 anos.

“Hoje o hospital de Rio das Pedras emprega mais de 200 pessoas, fora a equipe médica. Essa pedra fundamental é um marco de um novo ciclo com a construção do Pronto Socorro, que trará modernidade e tecnologia para o atendimento”, completou Daniela de Andrade.

Novo PS – O novo Pronto Socorro terá dois pavimentos. No térreo estarão os consultórios de atendimento com mais que o dobro da capacidade atual, passando dos atuais 4 mil atendimentos por mês para até 10 mil mensais. O acesso das ambulâncias passará a ser pelos fundos, eliminando riscos de atropelamentos na entrada principal, e mais próximo às salas de emergências que também terão a capacidade de atendimento dobrada.
No segundo andar será instalado um laboratório que avaliará de imediato o material coletado durante as consultas, acelerando os diagnósticos passados aos pacientes. No mesmo andar, será construído dez consultórios médicos para o atendimento agendado de especialidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Matérias Relacionadas